Pages

03 maio 2012

Ganho de peso – inevitável com a idade?

O ganho de peso é inevitável com o aumento da idade? Pode parecer assim quando seu peso continua aumentando enquanto você faz dieta e até mesmo exercícios físicos. Realmente, um estudo recente sugere que um grande número de escolhas com relação ao seu estilo de vida – e não apenas a quantidade de calorias que você ingere – influencia seu peso à medida que você envelhece.
O estudo analisou mais de 100 mil homens e mulheres com boa saúde e não obesos. Seu peso, sua dieta e seus hábitos foram avaliados por até 20 anos. Os quilos pareceram sempre aumentar, com um ganho de peso médio de pouco menos de um quilo a cada quatro anos.
Apesar da maioria das pessoas acreditarem no “mito do metabolismo” como o responsável pelo ganho de peso com o passar da idade, os pesquisadores chegaram à conclusão de que a queda no metabolismo tem um papel pequeno no ganho de peso relacionado ao envelhecimento.
Hormônios em mulheres tem um papel um pouco mais significativo, mas o que surpreendeu os pesquisadores foi que alguns alimentos específicos estavam independentemente associados ao ganho de peso gradual com o passar do tempo:
• Salgadinhos;
• Batatas;
• Carne vermelha;
• Carnes processadas (como presunto e linguiças);
• Refrigerantes;
• Sucos de frutas;
• Carboidratos refinados (massas, bolos e tudo o mais feito com farinha branca);
• Bebidas alcoólicas;
Por outro lado, um maior consumo de outros alimentos – vegetais, nozes, frutas inteiras e grãos integrais – estavam relacionados a um ganho de peso menor. Os pesquisadores constataram que com o passar dos anos, as pessoas passam a adquirir hábitos alimentares cada vez piores, se exercitar menos e ingerir maiores porções de alimentos altamente calóricos.
Calorias líquidas tiveram um peso grande. Bebidas alcoólicas e sucos de frutas estavam associados a um ganho de peso pequeno, porém gradual. Bebidas açucaradas foram um grande contribuinte para o aumento de peso. Refrigerantes diet foram identificados como “perigosos” pois muitas pesquisas já relacionaram refrigerantes (e outros produtos) diet com fibromialgia, esclerose múltipla e outros problemas de saúde. Mas para quem ainda se importa só com a circunferência da cintura e não com a própria saúde, aqui vai um aviso dos pesquisadores: adoçantes, incluindo os que estão nos produtos diet, afetam uma área do cérebro que estimula o apetite e como consequência, a pessoa que consome produtos diet para emagrecer, acaba engordando, pois come mais!
O estilo de vida também influenciou o ganho de peso. Não surpreendentemente, atividades físicas foram importantes no controle do peso, bem como um tempo limitado em frente à TV. O sono também contou. O ganho de peso foi menor em pessoas que dormiam de seis a oito horas por noite e maior naqueles que dormiam menos de seis ou mais de oito horas.
Agora, respondendo a fatídica pergunta: é possível evitar o ganho de peso que parece acompanhar a idade?
A resposta é sim! Mulheres tem um desafio a mais ao administrar os hormônios que saem do controle no período da menopausa, mas ainda assim é possível manter o corpo firme e bonito. O segredo é não cair nas armadilhas que abordamos nesse artigo como começar a consumir cada vez mais alimentos altamente calóricos como batatas, carnes vermelhas e processadas, refrigerantes (mesmo diet) e sucos de frutas, dormir cada vez menos, parar de exercitar-se e virar uma “batata de sofá” que só levanta a bunda da frente da TV pra pegar comida na geladeira ou uma pizza na porta! São esses hábitos que as pessoas adquirem com a idade e que são responsáveis pelo gradual ganho de peso.
Habitue-se a exercitar-se regularmente, mesmo que já esteja no peso ideal. Evite refrigerantes (mesmo os diet) e sucos de frutas (sucos de frutas contêm muito açúcar que é absorvido rapidamente na corrente sanguínea, por isso, apesar de relativamente saudáveis, eles fazem você engordar). Evite carnes processadas como presunto e linguiças e reduza bastante o consumo de carne vermelha. Os melhores tipos de carne são peixe, frango e peru, pois contém muito menos gordura, hormônios e aditivos químicos do que a carne de boi, porco e carneiro.
Adicione fibras em sua dieta. Um cereal matinal rico em fibras como All Bran já é suficiente para muita gente como “acelerador” dos processos digestivos que auxiliam tanto na perda de peso, quando na manutenção da saúde em geral. Feijão, um item básico na cozinha brasileira, é extremamente positivo como fonte de fibras e proteínas. Vegetais devem ser preferíveis com relação a frutas. Frutas podem ser saudáveis, mas contêm uma quantidade muito grande de açúcar. É preciso consumir frutas sempre em moderação e tendo consciência de quantas calorias estão sendo consumidas. Se você já está no peso ideal, você pode consumir frutas com mais liberdade, mas sempre prestando atenção no pequeno, mas gradual ganho de peso que pode ocorrer quando você não mantém a rédea curta em sua dieta. Não caia na armadilha de acreditar que só porque frutas são saudáveis, que o açúcar das frutas é natural, que não tem problema. Tem sim! Seu corpo trata qualquer tipo de açúcar da mesma forma!
Alguma dessas descobertas surpreende você? Motiva você a mudar? Se sim, como?

3 comentários:

Bruna disse...

Eu notei diferença, antigamente era ficar uma semana com a boca fechada e já emagrecia um monte!

Realmente vale a pena se cuidar para no futuro não passar por tantas dificuldades para manter o peso.

Obrigada pela indicação! já respondi ;DD

Beijãooo

A teimosa disse...

Resumindo.. uma pessoa no peso ideal mantendo uma alimentação saudável e atividade fisica frequente... não tem com que se preocupar..mas é sempre bom ficar ALERTA..
bjokas lindeza e uma ótima sexta

Meudesafio-Diariodiet disse...

Lembro que qdo era mais jovem fazia regime uma semana e emagrecia 2k fácil, fácil...agora as vezes 1 mês para emagrecer 1k.