Pages

12 julho 2012

Renove-se agora

Treinamento gradativo e reeducação alimentar são as combinações perfeitas para entrar em forma e perder peso de maneira saudável e efetiva.

Para um emagrecimento efetivo, corra entre 50% e 80% de sua FC Máx.

A corredora que quer perder peso deve queimar mais calorias do que ingere ao longo do dia
Com o esporte, é possível sentir-se mais disposta e com melhor preparo muscular
Se a sua vontade de emagrecer for seguida pela adoção da corrida, as primeiras mudanças no corpo tendem a aparecer não apenas de forma rápida, mas também duradoura – o início de uma medida realmente eficaz para ficar bem com o ponteiro da balança.
“Para haver melhoria na condição física e no emagrecimento, o exercício deve estar entre 50% e 80% da FC Máx. (frequência cardíaca máxima)”, reforça o fisiologista Paulo Zogaib. Ele ressalta que “O exercício vai depender da condição individual. Para a sedentária, uma simples caminhada pode corresponder a 75% da FC Máx. Para uma pessoa acostumada a correr, será preciso um estímulo maior”.

A matemática da perda de peso - Depois de tomar a iniciativa de se exercitar, a conta fica simples. Para perder peso basta queimar mais calorias do que você ingere ao longo do dia. Para fazer isso, Claire Kowalchik, autora do livro The complete Book of Running for Women, indica duas maneiras. “Ou você diminui as calorias ingeridas durante o dia, ou aumenta a quantidade de exercícios.”
Claire aponta que a dieta normal de uma pessoa gira em torno de 2 mil calorias diárias, e você não precisa necessariamente diminuir esse valor para perder peso. “Se a corredora decidir manter essa dieta, ela pode compensar acrescentando mais 10 minutos de corrida a cada treino. Isso fará com que ela queime, no mínimo, mais 100 calorias”, aconselha a autora.

Benefícios da corrida - Fisicamente, a praticante sente-se mais apta, alerta, disposta e sua condição física global melhora. A circulação sanguínea é aprimorada, o tônus muscular se fortalece e o sistema cardiorrespiratório se ativa”, destaca Eliana Reinert, diretora-técnica da assessoria esportiva Projeto Correr.
Adriana Piacsek tem uma fórmula especial para as corredoras: “As desculpas furadas somem se você faz um trabalho progressivo no programa de treinamento. A pessoa só se exercita com a carga que ela aguenta; então, não se lesiona e, quando começa a ver a evolução, não quer parar mais”.


3 comentários:

Nanda Ramos disse...

por isso eu jaquei mas nao deixei de correr ahahahaha....
agora é correr e nada de jacadas

Suzana ... Feliz recomeço ! disse...

Amiga,

Ótima dica ... Saudável!

Adorei.

bjs
Suzana

Ju disse...

Oiii amiga...passando pra desejar bom fds!!! bjs